sexta-feira, 29 de abril de 2016

vertigem 4




vertigem 4

mãe e filha
na mesma trilha
no mesmo atalho
da maravilha
o corpo santo
tua vertigem todo dia
agora e sempre
nuas no meu canto

Federico Baudelaire

Nenhum comentário:

Postar um comentário